Plantão de Notícias

UMA ADOLESCENTE É APREENDIDA PELA PM RODOVIÁRIA COM VARIAS PORÇÕES DE MACONHA.

Durante a abordagem ela continuava demonstrando muito nervosismo, então, foi solicitada a sua bolsa para revista.

Da Redação Diego Alves

Uma adolescente de 17 anos, moradora no bairro Atlântico, foi apreendida com diversas porções de maconha, escondidas em uma bolsa. Ela foi abordada na noite de ontem (28), pela Polícia Militar Rodoviária, quando caminhava as margens da rodovia Elyeser Montenegro Magalhães (SP-463), em Araçatuba (SP).

De acordo com informações do boletim de ocorrência, os policiais faziam patrulhamento pela rodovia Elyezer Montenegro Magalhães, próximo ao Km 47, avistaram a adolescente andando as margens da rodovia. Ao visualizar a viatura ela demonstrou alto
grau de nervosismo.

Apoio Comercial.

A adolescente foi perguntada se havia algo de ilicito com ela, porém incialmente disse que não.
Durante a abordagem ela continuava demonstrando muito nervosismo, então, foi solicitada a sua bolsa para revista. Na bolsa foi localizado nove porções grandes de maconha e a quantia de R$ 147,00 em dinheiro.

DESCONHECIDO

Ela disse aos policiais que o entorpecente não era seu e, estava voltando para casa quando um desconhecido a parou e pediu para que guardasse a droga, pois estava sendo perseguido por uma viatura da polícia militar. Ela afirmou que não conhecia o indivíduo e ele apenas disse que ela teria que levar para o bairro Atlântico, não dizendo o local.

Apoio Comercial.

MÃE

Os policiais deram voz de apreensão a adolescente, por ato infracional análogo ao tráfico de drogas. Foi feito contato com o companheiro da jovem e, através dele os agentes da Polícia Civil conseguiram falar com a mãe dela. A mulher foi informada sobre os fatos e solicitada a comparecer no plantão policial para acompanhar a filha, contudo, ela afirmou que não teria como acompanhar, pois estava cuidando de três crianças. A sogra da adolescente esteve no plantão policial e acompanhou a apreensão.

A adolescente foi encaminhada ao IML (Instituto Médico Legal), de Araçatuba (SP), para exame cautelar e, posteriormente foi transferida para a cadeia pública feminina de Tupi Paulista (SP).

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by