Plantão de Notícias

Atualização; Funileiro de 46 anos é morto a tiros em Birigui, dois disparos atingiram a vítima.

Fotos Diego Alves

Da redação Diego Alves

Um funileiro d e 46 anos foi morto à tiros na manhã desta quarta-feira (29), a vítima ainda foi socorrida por uma equipe do corpo de bombeiros com vida, porém não resistiu aos ferimentos e faleceu no Pronto socorro municipal de Birigui.

Segundo informações apuradas pela nossa reportagem, por volta das 10h, uma equipe policial chefiada pelo delegado Guilherme Melchior Valera, aonde receberam informações via Copom de que havia ocorrido uma tentativa de homicídio na Rua Egídio Navarro, em Birigui, e que a vítima teria socorrida em estado grave e o local estaria preservado pelos policiais militares Cabo Douglas e Soldado Batista.

Rapidamente, a equipe policial acionou a equipe da polícia científica para realização de perícia e deslocou-se, juntamente com demais policiais civis, ate o local do crime. No local, a equipe foi informada que a vítima, identificada como Hércules Macelo Trindade, de 46 anos, profissão funileiro, havia falecido, tendo sido alvejada com dois disparos de arma de fogo, sendo que um disparo atingiu o lado direito de seu crânio, e o outro, atingiu o lado esquerdo de seu pescoço.

Discussão

Segundo populares, foi feito contato, primeiramente, com o filho da vítima, o qual teria informado que não viu o momento do crime, nem mesmo os indivíduos que efetuaram os disparos contra seu pai, mas na data de ontem (28), teria visto seu pai discutir com um indivíduo, magro, branco, a respeito da venda de uma peça de carro, e que este indivíduo disse “desculpe ai pelo que aconteceu”, tendo a vítima dito, na sequência “não apareça mais aqui”.

Vizinha

Ainda com que foi apurado, após, a discussão, o indivíduo entrou em um carro modelo Corsa Hatch, na cor cinza, e foi embora, sentido Vila Bandeirantes, mas não soube dizer a placa do veículo. Disse, ainda, que, no local, uma vizinha, que não quis se identificar, disse que, pela manhã, chegaram dois indivíduos no local, um branco e um moreno, magros, e perguntaram: “que horas vai abrir a oficina?”. Logo após, a vizinha relatou ter ouvido dois disparos de arma de fogo e viu os mesmos indivíduos correndo, não sabendo precisar os destinos.

A equipe policial realizaram diligências pelo local, aonde foi feito contato com trabalhadores de uma oficina mecânica no mesmo quarteirão, os quais disseram que, nesta manhã (29), ouviram dois disparos de arma de fogo e, posteriormente, observaram um indivíduo correndo e virando esquina, mas não conseguindo informar maiores características.

Inquérito

Segundo a polícia, no local, não havia outras testemunhas que pudessem auxiliar na apuração da autoria do crime. Ainda não se tem informações formações concretas do que poderia ter motivado este crime, a polícia civil registrou o caso como Homicídio, por motivos fúteis. Foi instaurado um inquérito para melhor apuração dos fatos.

Fotos

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by