Plantão de Notícias

Butantan inicia desenvolvimento de vacina contra gripe aviária para humanos

Da redação Diego Alves

O Instituto Butantan iniciou o processo de desenvolvimento de uma possível vacina contra a gripe aviária em humanos. No momento, são realizados testes com cepas vacinais cedidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), sendo que o primeiro lote piloto já está disponível para testes pré-clínicos. 


A iniciativa faz parte dos esforços para conter os casos de influenza aviária no Brasil, sobretudo do subtipo H5N1, que vem dizimando criadores de aves e tem uma taxa de letalidade de 50% em humanos. Ao menos 10 casos da doença já foram confirmados no país em menos de um mês, sendo três no Rio de Janeiro e sete no Espírito Santo.

Segundo o Butantan, o objetivo é reunir um estoque de vacinas feitas com três cepas vacinais da influenza aviária: influenza aviária A/Anhui/1/2005 (H5N1); influenza aviária A/Astrakhan/3212/2020 (H5N8); e influenza aviária A/duck/Vietnam/NCVD-1584/2012 (H5N1). A variedade é importante para prevenir futuras pandemias.

A influenza aviária, também conhecida como gripe aviária, é uma doença viral altamente contagiosa que afeta, principalmente, aves silvestres e domésticas. A infecção humana pode ocorrer apenas por meio de contato direto com aves infectadas (vivas ou mortas), excluindo a possibilidade de infecção por consumo de carne de aves e de ovos.

Os primeiros casos notificados em humanos na América Latina foram o de um homem de 56 anos no Chile e de uma criança de nove anos no Equador. Um pai e uma filha de 11 anos de Camboja também foram infectados pela doença. A criança não resistiu. Outros três casos foram identificados na China, sendo que um resultou em óbito.

Fonte: SBT News

Compartilhem, deixe seu Like

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by