Plantão de Notícias

Capital paulista registra apreensão de 35,7 toneladas de drogas no 1º semestre

Foto: Diego Alves/Arquivo

Da redação Diego Alves

As polícias de São Paulo apreenderam 35,7 toneladas de drogas na capital entre janeiro e junho deste ano. O total é 116,8% maior que o mesmo período de 2022, quando 16,4 toneladas foram apreendidas.

Somente no mês de junho, o trabalho policial possibilitou a apreensão de 10,6 toneladas de entorpecentes. No mesmo mês do ano passado foram apreendidas 3,6 toneladas – um acréscimo de 192,7%.

As forças policiais também recuperaram 8.660 veículos que haviam sido roubados ou furtados no primeiro semestre, alta de 22%. Já no mês passado, 1.389 veículos foram devolvidos aos donos, 14% a mais do que em junho de 2022.

Nos seis primeiros meses foram retiradas das ruas 1.390 armas de fogo, 32,6% a mais do que no mesmo período do ano passado. Em junho deste ano, as apreensões passaram de 193 para 202, aumento de 4,7%.

As ações policiais realizadas na cidade de São Paulo possibilitaram que 21.033 pessoas fossem detidas no primeiro semestre deste ano – crescimento de 15,2% em relação ao mesmo período de 2022, quando 18.261 pessoas foram presas e apreendidas. Analisado apenas o mês de junho, a quantidade de pessoas detidas na região aumentou 4,4%, passando de 3.137 para 3.276.

Até junho, a Polícia Civil instaurou 47.724 inquéritos policiais –  aumento de 9,9% em relação ao mesmo período de 2022. Somente em junho a alta foi de 14,7%, com 8.273 inquéritos.

O aumento da produtividade policial é resultado de medidas tomadas desde o começo do ano no combate à criminalidade. Uma delas foi o reforço no policiamento ostensivo e preventivo, com 17 mil policiais a mais diariamente nas ruas do Estado.

Indicadores criminais

Os roubos seguidos de morte tiveram queda de nove ocorrências neste primeiro semestre. Foram registrados 21 casos, segundo menor número da série histórica, iniciada em 2001. Considerando apenas o mês de junho houve aumento de um registro, com 4 ocorrências.

A cidade de São Paulo manteve o índice de homicídios dolosos estável nos seis primeiros meses de 2023. Foram 247 ocorrências notificadas no período, mesma quantidade de casos comunicados em 2022. Em junho houve aumento de 10 ocorrências, com 38 registros na capital.

Os esforços das forças de segurança são contínuos e buscam desenvolver e promover políticas públicas para a redução dos índices criminais. Um deles é o Sistema de Informação e Prevenção aos Crimes Contra a Vida (SPVida), lançado em fevereiro. A plataforma automatiza os dados e auxilia as polícias a analisar a dinâmica criminal dos crimes contra vida, para que, desta forma, seja possível elaborar diagnósticos e planos de ações com o intuito de reduzir as mortes no Estado. O sistema SPVida pode ser acessado neste link.

Os roubos em geral diminuíram 2,3% no semestre, passando de 70.009 para 68.422. A queda se manteve em junho, de 11.555 para 10.556, ou seja, 8,6% a menos.

Os casos de roubos de veículos caíram 6,1% em junho, de 1.221 para 1.146 casos. Já no acumulado dos seis meses o indicador apresentou alta de 2%, com 7.476 ocorrências.

Os roubos a banco tiveram redução de uma ocorrência no semestre, com três registros. Somente em junho o indicador se manteve estável, com uma ocorrência, assim como em 2022.

Os roubos de carga caíram 9,7% na capital, no mês de junho, passando de 237 para 214 casos. Já no acumulado do ano, a queda foi de 10,2%, de 1.562 para 1.402.

O número de furtos em geral cresceu 7,2% no acumulado dos seis meses, com 123.202 registros neste ano. No mês o aumento foi de 1,1%, com 21.287 ocorrências – 242 casos a mais que em 2022.

Os furtos de veículo tiveram queda de 0,3% em junho, passando de 3.345 para 3.336 registros. No semestre houve aumento de 3,7% furtos de veículos, com 20.272 registros no período.

De janeiro a junho foram registrados 309 casos de estupro a mais do que em 2022, um aumento de 25,8%. Na comparação mensal o aumento foi de 26,7%, com 48 ocorrências a mais que em junho de 2022.

Compartilhem, deixe seu Like

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by