Plantão de Notícias

Corpo de homem que morreu em naufrágio é sepultado em Penápolis nesta segunda-feira (20).

Foto divulgação

Da redação Diego Alves

Foi sepultado, na manhã desta segunda-feira (20), em Penápolis (SP), o corpo de Lauro Xavier Berbel Júnior, de 62 anos. Ele, que residia há anos em Guarulhos, mas possui familiares na cidade, morreu em um acidente marítimo na noite de sábado (18), no Lago de Furnas, em Capitólio, no centro-oeste de Minas Gerais.

R. Dr. Demonstenes Guanais Pereira, n° 119 – Jardim Sao Genaro, Birigui – SP

Segundo o que foi apurado, o enterro ocorreu às 9h na Necrópole Santa Cruz. Por decisão dos familiares, não houve velório. Além do penapolense, a jovem Izamara Pereira Messias, de 22 anos, também não resistiu. Ela foi sepultada na noite de ontem (19), no cemitério municipal de Machado (MG).

ACIDENTE

Conforme o que foi divulgado pela Prefeitura de Capitólio e Ameg (Associação Pública dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Grande), uma lancha com 14 passageiros a bordo apresentou problemas mecânicos e solicitou apoio de outra embarcação nas proximidades para resgatar os passageiros.

Uma chalana, ocupada por outras dez pessoas, foi ao encontro. No momento do transbordo, ela não suportou o peso e virou. Lauro e Izamara não conseguiram sair debaixo da embarcação e se afogaram. Marinheiros tentaram reanimá-los até a chegada do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que confirmou os óbitos.

R. Dr. Demonstenes Guanais Pereira, n° 119 – Jardim Sao Genaro, Birigui – SP

As demais vítimas sofreram escoriações leves. Ainda no domingo, a Marinha divulgou nota afirmando que assim que houve o acidente, a Delegacia Fluvial de Furnas enviou uma Equipe de Busca e Salvamento ao local, a fim de prestar o apoio necessário.

“Eles verificaram que os passageiros já haviam sido socorridos e que duas pessoas vieram a óbito. A embarcação que naufragou estava prestando auxílio à outra que se encontrava à deriva no lago de Furnas, com problemas de máquinas. O emborcamento ocorreu no momento de embarque dos passageiros”, esclareceu.

Além disso, o órgão informou que serão emitidas notificações aos proprietários e condutores para que prestem esclarecimentos sobre o ocorrido e providenciem a reflutuação da embarcação.

Ainda de acordo com a Marinha, um inquérito administrativo será instaurado para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades da ocorrência, bem como colher ensinamentos para reduzir a probabilidade de situações parecidas no futuro.

R. Dr. Demonstenes Guanais Pereira, n° 119 – Jardim Sao Genaro, Birigui – SP

“Concluído o inquérito e cumpridas às formalidades legais, o mesmo será encaminhado ao Tribunal Marítimo, que fará a devida distribuição e autuação, o qual dará vista à Procuradoria Especial da Marinha para que adote as medidas previstas no artigo 42 da lei 2.180/54. A Marinha do Brasil lamenta o ocorrido e se solidariza com os familiares e amigos das vítimas”, diz a nota. A Polícia Civil instaurará inquérito para apurar os fatos.

Fonte: Ivan Ambrósio

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by