Plantão de Notícias

Estelionato; Mulher de 24 anos é detida pela Polícia Civil de Birigui suspeita de diversos golpes.

Foto divulgação

Da redação Diego Alves

A Polícia Civil de Birigui, cumpriu na manhã desta terça-feira (14), mandado de busca e apreensão, na residência de uma mulher de 24 anos. Ela é suspeita de praticar estelionato, usando dados de terceiros para realizar compras pela internet.

A ação foi coordenada pelo Delegado Eduardo Lima de Paula. De acordo com informações repassadas à Polícia Civil, a mulher receberia em sua casa diversas encomendas em nomes de terceiros.

Na casa, os agentes encontraram pacotes de encomendas e mercadorias fechadas endereçados à terceiros, além de cadernos com anotações, dados pessoais e bancários de pessoas que não residiam na casa. Segundo informou a Polícia Civil, o computador estava com a tela aberta em uma página virtual com interface semelhante aos sistemas de busca policiais e exibia os dados de um morador em Guaraçaí (SP).

Foram apreendidos diversos chips de celular, além de um prato com resquícios de pó branco, 05 pinos aparentemente de cocaína, uma porção de maconha e uma quantia em dinheiro em notas e moedas.

A investigada foi conduzida ao plantão policial e na presença da advogada foi ouvida. Ela relatou que a droga localizada era para seu uso pessoal e para repassar para amigos, sem obter lucro.

Com relação as acusações de estelionato, afirmou que há três anos comprava informações bancárias de cartões de crédito de terceiros através de grupos de whatsApp e realiza compras em lojas virtuais com os dados de terceiros que possuem com “bom score”, recebendo os objetos em sua casa quando são para seu uso pessoal ou os mandava entregar nos endereços solicitados pelas pessoas que vendiam as informações.

Ela ainda afirmou que há dois ou três meses passou a ceder o uso de sua conta bancária para um desconhecido receber transferências via pix e, que repassaria os valores para contas que ele determinava. Segundo ela, recebia uma comissão de 1,5 a 2 % do valor recebido.

Lucros

Para aumentar sua margem de lucro, ela passou a usar contas de amigos e familiares, repassando para eles parte do que ganhava com cada conta. Estimava receber atualmente a quantia semanal de R$ 3.000,00 a R$ 4.000,00, com as comissões.

Inquérito

O delegado decidiu pela apreensão dos objetos e, será instaurado inquérito policial para melhor apurar os fatos. Será realizada ainda análise dos aparelhos celulares apreendidos e do computador com o intuito de localizar maiores informações. A Polícia Civil vai apurar também se a investigada realmente é apenas usuária ou se também pratica o tráfico de drogas.

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by