Plantão de Notícias

Homem é condenado a 16 anos de prisão por homicídio em posto de combustíveis, em Araçatuba

Foto ilustrativa

Da redação Diego Alves

Denis Renato Seabra, de 29 anos, foi condenado a 16 anos, 9 meses e 18 dias de reclusão em regime fechado, pelo assassinado de Alan Roberto Costa, que na época do crime tinha 40 anos. O crime ocorreu em janeiro de 2020, nas dependências de um autoposto, no bairro Aclimação, em Araçatuba (SP).

O julgamento foi nesta quarta-feira (29), no Fórum Estadual de Araçatuba. O réu que já estava preso, não terá direito de apela em liberdade. Os trabalhos foram resididos pelo juiz Danilo Brait.

Os jurados acataram na íntegra a denúncia apresentada pelo MP (Ministério Público Estadual), que pediu a condenação de Seabra por homicídio qualificado por dificultar defesa da vítima.

VINGANÇA

Alan Costa foi alvejado por seis disparos de arma de fogo. Segunda a denúncia, na noite do crime ele foi abordado pelo réu quando caminhava pela rua Aguapeí. O autoposto fica na esquina da referida rua com a rua Bolívia.

Uma testemunha teria contado para a polícia que viu quando o réu se aproximou de Costa, o abraçou e efetuou os disparos a queima roupa.

A investigação apontou que o crime teria sido por vingança. Tendo em vista que os dois envolvidos (vítima e réu) haviam se desentendido enquanto tomavam cerveja, juntos, em um bar.

Segundo consta na denúncia do MP, a vítima teria tomado o copo da mão do réu e desferido um tapa contra o rosto dele.

A defesa de Seabra feita pelo advogado Álvaro Fernandes. O defensor usou a tese negativa de autoria, pediu a absolvição ou o afastamento da qualificadora, mas todos os pedidos foram rejeitados pelos jurados.

Fonte: 018News

Compartilhem, deixe seu Like

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by