Plantão de Notícias

HOMEM É PRESO ACUSADO DE AMEAÇA E ATEAR FOGO EM RESIDÊNCIA NO PORTAL DA PÉROLA EM BIRIGUI (SP).

Foto ilustrativa

Da redação Diego Alves

Após desentendimento com companheira, homem de 57 ateou fogo em sua própria residência no bairro Portal da Pérola em Birigui (SP), o fato aconteceu na madruga desta segunda-feira (09), uma unidade do corpo de bombeiros precisou ser acionada para controlar as chamas.

Segundo os policiais militares Cabo Ilan e Soldado Aragão, realizavam patrulhamento, em Birigui (SP), quando foram solicitados via copom para atender uma ocorrência de incêndio à residência, pela rua José Verzegnassi, no bairro Portal da Pérola 2, aonde os bombeiros já haviam ido até o local e controlado o fogo.

Assim que chegaram no local a equipe realizou contato com a vítima Z.B.S e, com a filha do casal, as quais informaram que estavam em um Rancho em uma cidade vizinha e na volta para Birigui, seu esposo A.S disse que iria dar vários golpes de faca em sua companheira.

Segundo o boletim, ao chegarem no local do incêndio, o autor não se encontrava, todavia a filha do casal disse que ele estava em um bar, próximo a residência, nesse sentido a equipe se deslocaram até o local indicado, e com as características o abordaram, sendo que nada de ilícito foi encontrado, e indagado a respeito dos fatos, permaneceu em silêncio.

Ameaça

Consta ainda que ao entrarem na residência, deu para perceber que 4 (quatro) cômodos do imóvel estavam danificados em decorrência do incêndio e segundo a vítima foi o esposo que ateou fogo na casa, inclusive ele já teria histórico de colocar fogo em objetos e, já na delegacia o autor ao visualizar a filha, disse ainda, que após sair da prisão iria matar todo mundo.

Vítimas

A filha disse que seu pai a ameaçou de morte e que ele ateou fogo na residência, a mãe confirmou os fatos no mesmo sentido. O autor, em seu interrogatório, negou a autoria do incêndio que lhe foi feita.

Preso

Diante dos fatos o delegado de polícia ratificou a prisão em flagrante, deixou de arbitrar a fiança, pois a soma das penas máximas em abstrato supera o patamar de 4 anos e por fim representou pela conversão do flagrante em preventiva, permanecendo o indivíduo preso a disposição da justiça.

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by