Plantão de Notícias

Homem é preso acusado de importunação sexual, após “Sarrar” uma mulher no Portal, em Birigui

Imagem ilustrativa/Arquivo

Da redação Diego Alves

Um Rapaz de 22 anos, morador de Birigui (SP), foi preso na madrugada deste domingo (25), acusado de importunação sexual. O caso aconteceu no Bairro Portal da Pérola II, na rua José Moiá. O acusado foi linchado e contido por populares, até a chegada da polícia militar.

Segundo o que foi apurado pela nossa reportagem, policiais militare realizavam patrulhamento, quando por volta de 02:35 desta madrugada de Domingo (25), foram acionados via copom, a comparecer no bairro Portal da Pérola II, onde estaria ocorrendo uma desinteligência envolvendo vários indivíduos que estavam agredindo um rapaz.

No local, os militares encontraram R.F.S, de 22 anos, tentando sair com a moto e sendo contido por populares. Os militares notaram que o indivíduo estava lesionado. Em contato com a vítima, ela informou aos policiais, que estava num aniversário em uma lanchonete, guardando o equipamento de som dentro do carro, quando, segundo ela, um rapaz a encochou e sarrou. Segundo a vítima, a princípio, pensou que fosse o seu companheiro, quando percebeu que era um homem desconhecido, de pronto, o empurrou e, em seguida, outras pessoas que estavam na lanchonete, o seguraram e o agrediram.

Pronto Socorro

Diante dos fatos, os miliatres conduziram o acusado que se encontrava com algumas lesões, ao Pronto Socorro Municipal, onde passou por atendimento médico e foi liberado, em seguida o conduziram para o Plantão Policial.

Vítima

A vítima, disse, que: “Estava em uma festa de aniversário em uma lanchonete, quando por volta das 01h40min, estava guardando o equipamento de som dentro do carro, isto na rua, momento em que um homem a encouchou por traz e começou a sarar e a empurrar para dentro do carro, de início achou que fosse seu companheiro, quando percebeu que era um desconhecido o empurrou, e com a chave do carro, arranhou o rosto do acusado, em seguida, o empurrou contra um portão e começou a gritar que estava sendo abusada. Neste momento ele disse: “você é louca” e correu para um terreno baldio. Segundo ela, não havia ninguém por perto, apenas uma mulher que estava distante, viu quando a vítima o empurrou contra o portão. Populares que estavam na lanchonete foram atrás dele o agrediram e o seguraram até a chegada da polícia militar. Disse ainda que não usou de nenhuma arma nem a ameaçou. Segundo ela, não conhecia o acusado e ninguém que estava no local o conhece.”

Acusado

Ao delegado, o acusado disse: “Que de tudo a acusação que estava contra ele, jamais em hipótese alguma chegou próximo de alguma mulher e não sabe que horas relou na mulher. Que levou um rapaz no portal de moto e na volta um rapaz chamado “Lalau” chamou o acusado para tomar cerveja. Quando chegou na cervejaria com “Lalau” tomou uma cerveja e saiu para ir embora na sua moto, e segundo ele, nesta hora que foi sair tudo aconteceu. Ainda segundo ele, não teve contato com mulher nenhuma e nem havia relado em mulher nenhuma. Que nunca nem viu a mulher envolvida nos fatos. Que não sabe se foi uma “casinha” para lhe prejudicar, porque tinha uma mulher chamada que ele a conhecia na festa, que não ia com a cara do dele, porque falou que ela estava ficando com outro. Que acredita que tudo se aconteceu por pirraça e gracinha da mulher.”.

Preso

Diante dos fatos, e após oitivas, o delegado responsável ratificou a voz de prisão dada anteriormente pelos militares pelo crime de importunação sexual, visto que o acusado já possuía passagens por tráfico de drogas e receptação, o delegado reverteu a prisão em flagrante delito em preventiva, permanecendo o acusado preso a disposição da justiça.

Compartilhem, deixe seu👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by