Plantão de Notícias

Homem é preso após descumprir medida protetiva e agredir a ex-companheira em Birigui

Foto: arquivo/Birigui Notícias da Hora

Da redação Diego Alves

Um homem de 44 anos, morador de Birigui (SP), foi preso no final.da noite desta quinta-feira (01), após descumprimento de medida protetiva e agredir a ex-companheira no bairro Cidade Jardim, em Birigui (SP). A polícia militar flagrou o momento em que a vítima e o acusado estavam em luta corporal, e precisaram ser contidos pela equipe.

Segundo o que foi apuradopela reportagem, policiais militares realizavam patrulhamento preventivo pela cidade de Birigui (SP), quando por volta das 23h10min, desta quinta-feira (01), foram acionados pelo copom, para atenderem uma ocorrência de violência domestica, em uma residência, localizada na Avenida Cidade Jardim.

Briga

Ao chegar no local, pela via publica, os militares se depararam com um casal em luta corporal. Diante daquele momento, foi necessário uso de força física para contê-los e separa-los.

Vítima

Indagada, a vítima de 27 anos, informou que ela e, o ex-companheiro de 44 anos, haviam saído naquela noite, e que, ao retornarem para a casa dela, ela pediu que ele desse um dinheiro a ela, que ele recebeu por conta um serviço realizado, mas o ex-companheiro negou dar o dinheiro. Diante disso, os dois começaram a discutir e segundo a vítima, ele passou a agredir ela fisicamente. Ainda segundo ela, apenas tentou se defender das agressões, sendo notado pela equipe que ela apresentava algumas escoriações nos pés e um hematoma na testa.

Negou

Indagado pela equipe, o acusado disse aos militares, que sua ex-companheira queria o dinheiro para comprar drogas, mas ele não deu, por isso ela o agrediu com uma barra de ferro, e segundo ele, apenas se defendeu, apresentando também algumas lesões causadas durante a briga.

Medida protetiva

Diante das lesões, os militares orientou ambos a serem conduzidos aos pronto socorro, sendo que os dois se recusaram para serem medicados. Neste momento, a vítima afirmou que ela possuía medida protetiva contra o ex-companheiro, que ele não poderia ter se aproximado dela, sendo cópia da referida ordem judicial. Diante dos fatos, os militares conduziram as partes para serem apresentados ao plantão policial para as demais providencias cabíveis.

Preso

Ao tomar conhecimento dos fatos, a autoridade de polícia judiciária, delegado Dr. Nilton Aparecido Marinho, elaborou boletim de ocorrência de violência doméstica, lesão corporal e descumprimento de medida protetiva, permanecendo o acusado de 44 anos preso a disposição da justiça. Ao término da ocorrência, o acusado foi encaminhado à Cadeia Pública de Penápolis (SP).

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by