Plantão de Notícias

Morre aos 81 anos o cantor Erasmo Carlos, no Rio de Janeiro

Foto: Google

Da redação Diego Alves

O cantor e compositor Erasmo Carlos morreu nesta terça-feira 22, aos 81 anos, no Rio de Janeiro. A causa da morte ainda não foi divulgada.

Na segunda-feira, segundo a TV Globo, o artista teve de ser internado em estado grave no Hospital Barra D’or, na Zona Oeste da capital fluminense. Na sequência, ele foi intubado.

No início deste mês, Erasmo havia recebido alta após duas semanas de internação para tratar uma síndrome edemigênica, geralmente causada por patologia cardíacas, renais e dos vasos sanguíneos. O quadro se manifesta quando há um desequilíbrio das forças bioquímicas que mantêm os líquidos dentro dos vasos.

À época da alta, Erasmo comentou sobre fake news que circularam sobre sua morte. “Bem simbólico… depois de me matarem no dia 30, ressuscitei no Dia de Finados e tive alta do hospital!!!!”, escreveu, na ocasião, nas redes sociais.

Trajetória de 50 anos

Um dos pioneiros no rock, Erasmo Carlos trilhou uma trajetória de 50 anos na música e mais de 500 canções de sucesso, entre elas “Além do Horizonte”, “É Preciso Saber Viver”, “O Bom’.

Nascido e criado na Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro, Erasmo foi um dos principais representantes da Jovem Guarda, movimento musical e cultural dos anos 60 e 70, junto com Wanderléa e Roberto Carlos. À época, ficou conhecido como ‘Tremendão’.

Ele deixa deixa a esposa, Fernanda Passos, com quem se casou em 2019, e dois filhos, Gil e Leonardo, da relação com a primeira esposa mulher, Sandra Sayonara Saião Lobato Esteves, a Narinha, que morreu em 1995. Erasmo já tinha perdido o filho do meio com Nara, Alexandre, vítima de morte cerebral causada por um acidente de moto em 2014.

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by