Plantão de Notícias

Mulher de 42 anos é presa após passar mais de 2.500 trotes no 190

Foto divulgação

Da redação Diego Alves

Uma mulher de 42 anos foi presa nesta terça-feira (31), acusada de passar mais de dois mil e quinhentos trotes para o 190 da Polícia Militar. A prisão foi realizada pela Polícia Civil de Tarabai (SP).

A Polícia Civil do município de Tarabai (SP), por meio do comando local da Polícia Militar, tomou conhecimento que a mulher de 42 anos, residente em Tarabai (SP), teria feito no período de menos de um mês, aproximadamente 800 ligações para o serviço de prontidão da polícia militar, o popular 190, causando uma série de embaraços, uma vez que nada de concreto e/ou criminoso trazia aos policiais militares de plantão, evidenciando-se, assim, o seu dolo em apenas atrapalhar o trabalho policial.

MEDIDA CAUTELAR

O Delegado de Polícia de Tarabai, Dr. Rafael Guerreiro Galvão, representou por medida cautelar, proibindo que a mulher realizasse mais ligações ao serviço de telefonia da Polícia Militar.

A medida cautelar foi deferida pelo Juízo da comarca de Pirapozinho (SP), porém, mesmo assim, aproximadamente mais 1.000 ligações foram feitas pela mulher.

PEDIDO DE PRISÃO

Uma nova representação por parte do Delegado de Polícia foi feita ao judiciário, proibindo que a investigada fizesse uso de sua linha telefônica e ainda proibindo que as operadoras de telefonia habilitassem chips em nome da mulher, mas mesmo assim, no mês de março, aproximadamente mais 800 ligações foram feitas ao 190, o que levou o Delegado de Polícia a representar pela prisão preventiva da moradora de Tarabai. O pedido de prisão contou com a concordância do Ministério Público Estadual e resultou na decretação da prisão preventiva por parte do Poder Judiciário.

PRESA

Nesta terça-feira (31), o SIG (setor de investigações gerais de Tarabai), realizou à prisão da mulher de 42 anos, que permaneceu em cárcere a disposição da justiça.

Fonte: Araçatuba em Foco

Compartilhem, deixe seu Like

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by