Plantão de Notícias

Tomógrafo do pronto-socorro de Birigui é encontrado em corredor por vereadores.

Equipamento que custou aproximadamente R$ 500 mil, em 2016, teria sido substituído por outro alugado.

Da redação Diego Alves

O tomógrafo do pronto-socorro de Birigui (SP) é alvo de questionamentos por parlamentares da cidade, após informação de que ele teria sido substituído por outro alugado e levado para o antigo Centro Médico, que está desativado.

Um requerimento pedindo informações a respeito do equipamento foi protocolado na Câmara nesta terça-feira (24). Ele é assinado pelos vereadores André Fermino (PSDB); Osterlaine Henriques Alves (DEM); Paulo Sérgio de Oliveira (Avante), o Paulinho do Posto; e José Luís Buchalla (Patriota).

O documento questiona se é de conhecimento da Secretaria Municipal de Saúde que o tomógrafo existente no pronto-socorro foi substituído e para onde foi levado. Também pergunta o tempo de uso do aparelho, se ele apresenta algum problema de resolução de imagem ou de qualquer outro tipo e se foi apresentado algum laudo técnico justificando a necessidade de retirada dele do PS.

Por fim, os parlamentares querem saber se a secretaria tem algum projeto de utilização do tomógrafo.

Vereador André Firmino localiza tomógrafo em corredor embalado.

Tomógrafo

O tomógrafo que está sendo alvo de questionamentos custou aproximadamente R$ 500 mil e foi adquirido por meio de verba de emenda parlamentar destinada pelo deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), a pedido do então vereador José Fermino Grosso e do ex-prefeito Pedro Bernabé.

Ele foi instalado em junho de 2016, ou seja, quase seis anos atrás, quando da mudança do pronto-socorro para o prédio atual. Na ocasião, o então prefeito comentou que o novo pronto-socorro seria a maior obra estrutural existente no município, com investimento de R$ 2,1 milhões repassados pelo governo estadual.

Mais R$ 1,2 milhão foi repassado ao município para aquisição de equipamentos e mobiliários, atendendo solicitação feita pelo chefe do Executivo.

Não sabe

A reportagem procurou o DRS-2 (Departamento Regional de Saúde) de Araçatuba, que informou não ter recebido nenhum comunicado sobre a possível substituição do tomógrafo do pronto-socorro municipal de Birigui.

Também foram pedidas informações à Prefeitura por meio de e-mail enviado para a assessoria de imprensa, porém, até o início da noite não houve resposta.

Fonte: Hojemais Araçatuba

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by