Plantão de Notícias

Acusado de matar homem que teria abusado de criança vai ser julgado em Araçatuba

Da redação Diego Alves

Willian Henrique Pereira da Silva, 34 anos,vai ser julgado na próxima quarta-feira (09), pelo Tribunal do Júri de Araçatuba, sob a acusação de ter matado Robson Rill, em dezembro de 2008, no bairro Verde Parque. O réu havia sido absolvido em julgamento realizado em dezembro de 2019, porém, o Ministério Público recorreu da decisão e conseguiu a anulação do julgamento. Segundo denúncia, Robson Rill, foi espancado até a morte, após ser flagrado abusando sexualmente de uma criança, que na época tinha 7 anos. 

Ainda de acordo com a denúncia do Ministério Público, na casa onde aconteceu o crime, na rua Amadeu Vuolo, moravam duas mulheres, um outro acusado de cometer o crime, identificado como Reidson Rodrigo Castro da Fonseca e a criança, que teria sido vítima de abuso sexual, que na época tinha 7 anos de idade. 

A vítima teria ido até a casa, onde bebeu vinho com os moradores. Em determinado momento, eles foram até um quarto nos fundos da residência, onde ficaram conversando. As mulheres teriam acendido uma vela, já que a casa estava sem energia elétrica e, com a luminosidade, flagraram a vítima de homicídio manuseando o pênis da criança, que estava com o short parcialmente abaixado. Robson também estava com a calça abaixada e com o pênis a mostra. 

Ao presenciarem o abuso, as mulheres pegaram a criança e saíram pedindo socorro. Foi quando o réu, e alguns adolescentes chegaram ao local, onde já estava Reidson, que também responde pelo crime. Robson foi cercado e agredido com chutes, socos, golpes de telha, pauladas e pedradas. Ele ainda teria sido amarrado em um caibro, onde continuou a ser golpeado até a morte. 

ANULADO

O réu já havia sido absolvido em julgamento realizado em dezembro de 2019. Entretanto, o Ministério Público recorreu e pediu a anulação do julgamento. Willian vai ser julgado novamente na próxima quarta-feira (09), pelo Tribunal do Júri, no fórum da justiça estadual em Araçatuba. Ele foi denunciado por homicídio duplamente qualificado, com emprego de meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima. 

SEGUNDO ACUSADO

O acusado Reidson Rodrigo, não foi encontrado e, foi citado por edital, mas deixou de se manifestar no prazo legal e não apresentou defesa. Por esta razão foi determinada a suspensão do processo e o desmembramento. Ainda não há data para o seu julgamento. 

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by