Plantão de Notícias

APL Calçadista avança no mercado externo e tem o melhor resultado dos últimos 14 anos

Imagem ilustrativa

Da redação Diego Alves

O APL (Arranjo Produtivo Local) calçadista de Birigui exportou US$ 14,1 milhões no acumulado de janeiro a setembro, apresentando crescimento de 53,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Foi o melhor resultado dos últimos 14 anos.

Os produtos locais foram comercializados durante o ano em 52 países. Os principais mercados atendidos pelas empresas biriguienses foram: Argentina (24,8%); Equador (13,4%); Líbia (8,5%); Bolívia (8,1%); Peru (7,7%), entre outros.

As informações são do Ministério da Economia e foram compiladas pelo Observatório de Inteligência Econômica da Prefeitura de Birigui.

O polo calçadista exporta seis categorias de produtos, cujos destaques são outros calçados com sola exterior e parte superior de borracha ou plástico com US$ 8.1 milhões (57,6% do total exportado) e calçados com sola exterior de borracha, plástico ou couro natural e parte superior de materiais têxteis com US$ 5,7 milhões (40,6%).

Por outro lado, os calçados impermeáveis com sola exterior e parte superior de borracha ou plástico; calçados com sola exterior de borracha, plástico ou couro natural e parte superior de couro natural; outros calçados e partes de calçados, representam 1,8% das exportações locais.

EMPREGO E NOVOS CNPJs

Entre janeiro e agosto, as empresas do setor calçadista contrataram 3.882 trabalhadores e desligaram 1.982, resultando em um saldo positivo de 1.900 posto de trabalho, crescimento de 197,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

As mulheres lideraram as contratações, representando 68,47% do saldo de emprego do acumulado do ano (1.301 empregos) e os homens 31,53% (599 vagas).

A faixa etária dos 18 aos 24 anos foi destaque na empregabilidade, registrando saldo favorável de 487 empregos entre janeiro e agosto (25,63% do total).

Do ponto de vista do grau de instrução, sobressaíram as contratações com o ensino médio completo, com a geração de 1.174 postos de trabalho. Constatou-se geração de empregos em todos os graus de instrução, do analfabeto ao ensino superior completo.

Com relação a abertura de novos empreendimentos do segmento calçadista, o município registrou a instalação de 91 novos CNPJs no primeiro semestre de 2022, expansão de 44,0% em relação ao mesmo período do ano passado.

Os MEIs (Microempreendedores Individuais) corresponderam a 75,3% das empresas instaladas, com 67 unidades e as demais categorias empresariais representaram 24,7% (22 unidades produtivas).

BAIRROS

Os três bairros de destaque no recebimento das calçadistas foram a Thereza Maria Barbieri (7 unidades); Jardim Santana (5 unidades) e João Crevelaro (5 unidades).

Para o prefeito Leandro Maffeis, o resultado das exportações gerais da cidade e também do setor calçadista, evidenciam o fortalecimento das empresas em sua inserção internacional, favorecendo o crescimento econômico da cidade e a geração de empregos.

“O polo calçadista teve o melhor resultado dos últimos 14 anos e as empresas no geral o segundo melhor resultado desde 1997, dados que consolidam o desenvolvimento da nossa cidade e trazem boas perspectivas para o próximo ano”, disse Maffeis.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Nivaldo Albani, avalia como favorável o crescimento das exportações do APL calçadista, a geração de empregos e a pujança na abertura de novos negócios, sinalizando “que a gestão está no caminho certo seguindo as diretrizes de desenvolvimento local, definidas no planejamento estratégico do setor de desenvolvimento econômico, cuja meta e ampliar a empregabilidade biriguiense e as oportunidades para empreendedores”.

 EXPORTAÇÕES NO ANO

Birigui apresentou crescimento de 82,3% nas exportações no acumulado do ano (janeiro a setembro), consolidando o segundo melhor resultado desde 1997. As empresas do município exportaram US$ 37.354.570,00 e importaram US$ 23.187.217,00 de no ano, obtendo superávit comercial de US$ 14,2 milhões de dólares, expansão de 27,3% na comparação interanual.

O OBSERVATÓRIO

O projeto Observatório de Inteligência Econômica é uma estrutura responsável por realizar estudos e pesquisas econômicas e acompanhar a evolução dos indicadores econômicos da cidade. Dúvidas e demandas de dados e indicadores econômicos do município podem ser obtidas na SDE através do telefone (18) 3641-6270 ou no e-mail: sde@birigui.sp.gov.br.

Compartilhem, deixe seu Like

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by