Plantão de Notícias

BIRIGUI CONFIRMA 2ª MORTE POR DENGUE E NÚMERO DE CASOS CONFIRMADOS DISPARA

Foto: Divulgação

Da redação Diego Alves

De acordo com o município, a morte confirmada agora é de um homem de 72 anos, morador da região central, que faleceu no dia 22 de abril e tinha diabetes e hipertensão. Ele apresentou os primeiros sintomas da doença em 17 de abril e foi hospitalizado no dia 20, vindo a óbito dois dias depois.

Dados da Vigilância Epidemiológica mostram que Birigui contabiliza, de janeiro até esta quinta-feira (5), 4.530 casos positivos de dengue e outros 29 casos aguardam resultado de exames.

Na semana passada, em boletim com casos até o dia 26 de abril, eram 2.653 casos confirmados de dengue e 224 em investigação. 

Duas mortes por dengue ainda estão em investigação, totalizando quatro mortes notificadas (duas com resultado positivo).

O município investiga ainda 11 casos de chikungunya e 4 de zika vírus. Até o momento, todos os casos notificados dessas doenças tiveram resultado negativo. Não há registro de suspeita de febre amarela.

Mutirão

Em nota divulgada à imprensa, a Secretaria de Saúde Birigui destaca que continua promovendo mutirão para eliminar possíveis criadouros do Aedes aegypti e orientar os moradores sobre os cuidados contra o mosquito.

As ações de nebulização, para combater o mosquito adulto, também seguem sendo realizadas.

Nesta quinta-feira, os agentes de saúde percorrem a região central e os bairros Residencial Ipê, Vila Roberto e Vila Guanabara. A nebulização segue sendo executada no Conjunto Habitacional Vereador Natal Mazucato, conhecido como Candeias.

As ações contra o mosquito transmissor da dengue estão sendo reforçadas desde o dia 7 de março no município. O mutirão já percorreu 72 bairros, sendo trabalhados 22.592 imóveis e retirados 54 toneladas de materiais inservíveis que serviam de criadouros. Larvas do mosquito foram encontrados em recipientes em 712 imóveis.

“Estamos em guerra contra o mosquito e os moradores devem nos ajudar, permitindo o trabalho dos agentes e vistoriando diariamente cada cantinho de suas casas eliminando qualquer tipo de recipiente que possa acumular água parada”, pediu a secretária de Saúde, Cássia Rita Santana Celestino. *Com informações da assessoria de imprensa

Fonte:hojemais Araçatuba

Compartilhem, deixe seu 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by