Plantão de Notícias

Dupla é presa pela Guarda Municipal furtando canos de PVC de obra, em Birigui

Foto divulgação

Da redação Diego Alves

Dois homens um de 38 anos e outro de 29 anos, foram presos na madrugada desta segunda-feira (SP), por uma equipe da Guarda Municipal de Birigui (SP), acusados de furto de materiais hidráulicos, usados em construções, os GCMs avistaram o momento que os indivíduos transportavam os objetos.

Segundono que foi apurado pela noasa reportagem, uma equipe da Guarda Municipal de Birigui, chefiada pelo Inspetor Robson, acompanhado do GCM Lemes, estava em patrulhamento, na madrugada desta segunda-feira (15), em razão de denúncia de furto de fios de postes de energia elétrica, eventualmente ocorrido no cruzamento entre as Ruas Sebastião e Egídeo Navarro, Vila Bandeirante.

Durante o patrulhamento, por volta das 01h15min, a equipe deslocando para atendimento anterior, encontrou dois indivíduos, identificados pelas iniciais L.F.S de 29 anos, e E.S.C de 38 anos, os indivíduos carreganvam 3 barras de cano PVC, 4 polegadas, de 6 metros cada, o que levantou a suspeita, devido ao horário.

Ao serem abordados, de pronto confessaram que teriam subtraídos as barras da construção situada no endereço Rua José Troncoso, na Vila Guarujá. Indagados pela equipe disseram que para entrar no imóvel, foi necessário escalar o muro que cerca a construção. A equipe tentou contato com o número de telefone que consta numa placa de identificação da obra. Contudo, a pessoa que atendeu, disse que não se sabe quem é o proprietário do imóvel. Diante da situação, ambos receberam voz de prisão e foram conduzidos até a delegacia de plantão, justamente com as 3 barras de PVC.

Usuários

Já na delegacia, L.F.S, manifestou vontade de permanecer em silêncio. Já E.S.C, respondeu que atuaram em co-autoria. Que seu comparsa foi o responsável pela escalada do muro do imóvel e subtração dos objetos. E segundo ele, ficou do lado de fora na vigilância. Indagados para que seria os objetos, ambos disseram que estavam transportando para trocar os objetos por droga ilícita, “o crack”.

Presos

Diante das oitivas e dos fatos, o delegado responsável, Dr° Ícaro Oliveira Borges ratificou a prisão de ambos, permanecendo a disposição da justiça, aonde iriam ser apresentados em audiência de custódia.

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by