Plantão de Notícias

Filho de 51 anos, é preso após quebrar objetos e ameaçar os pais idosos de morte em Birigui

Foto Arquivo/Diego Alves Birigui Notícias da Hora

Da redação Diego Alves

Um homem de 51 anos foi preso na madrugada desta sexta-feira (13), no bairro São Conrado em Birigui (SP), acusado de quebrar objetos da residência dos pais e os ameaçá-los de morte. Segundo a mãe do acusado que tem 81 anos, o filho já foi preso e faz uso de bebidas alcoólicas e drogas, ainda relatou que o ocorrido vem acontecendo com frequência. Durante a tarde desta última quinta-feira (12), a idosa já havia chamado a viatura aonde foi realizado boletim de ocorrência e pedido de medida protetiva contra o filho.

Segundo informações apuradas pela nossa reportagem, policiais militares foram acionados via copom no início da madrugada desta sexta-feira (13), para atender uma ocorrência de violência doméstica e ameaça contra um casa de idosos com mais de 80 anos, pela Rua José Urbano Cursino, no bairro São Conrado.

No local, depararam-se com um homem identificado posteriormente pelas iniciais E.E.S de 51 anos, e um casal de idosos. As vítimas, sendo pais do acusado, informaram que foram pela segunda vez seguida, ameaçadas de morte pelo seu filho. Informaram, ainda, que no dia 12 de janeiro de 2023, pela tarde, também foram ameaçadas por ele e nesta ocasião compareceram na DDM (Delegacia de defesa da mulher) de Birigui para registrar os fatos, onde também solicitaram medidas protetivas de urgência contra o filho que com frequência vem ameaçando os idosos de morte após uso de bebidas alcoólicas e drogas. Ao ser questionado, o acusado negou as ameaças.

Diante dos fatos, os militares conduziram as partes até ao distrito policial para serem tomadas as devidas providências de polícia judiciária. Devido ao acusado estar alterado, foi necessário o uso de algemas por fundado receio de fuga do preso.

Vítima

A vítima de 81 anos, disse em seu depoimento “ser mãe do acusado e já vem enfrentando problemas com ele a muito tempo, ele faz uso de drogas como crack e também consome muita bebida alcoólica, segundo ela. No mês passado ele chegou a pegar parte do dinheiro da aposentadoria dela para uso de seus vícios. Ainda segundo ela, o causado está desempregado e mora com a ela e seu marido. Com medo, a idosa disse ao delegado, que desde a noite do dia 11/01/2023, ele está cada vez mais furioso e proferindo ameaças de morte contra a ela e seu marido e a todo momento diz que irá colocar fogo na casa. Na tarde de ontem, dia 12/01/2023, a idosa e o marido foram até a delegacia de defesa da mulher e registram o boletim de ocorrência, no qual solicitaram medidas protetivas de urgência, porém, não sabe se este pedido já havia sido analisado pelo juiz.

Medo

Na noite do dia 12/01/2023, a situação se tornou insustentável, quando o acusado jogou um prato de comida com molho pelo chão e ela reclamou, momento em que ele intensificou as ameaças que já vinham sendo feitas e quando ela falou que iria chamar a polícia, ele disse que ela e o marido já estariam mortos antes que os policiais chegassem, o que fez com que ela ficasse com muito medo. Por fim a vítima pediu ao delegado para que deixasse o filho preso pois não aguenta mais passar por esse tipo de situação.

Negou

Por sua vez, o acusado, que é filho da vítima, disse que “Possui três filhos, todos maiores de idade com 28, 26 e 24 anos. Afirma que seus familiares já estão cientes de sua prisão. Reclamou que estava com o pulso dolorido em razão do uso de algemas e ter se mexido muito, fato que apertou seu pulso. Sobre os fatos, disse ao delegado “que na noite de quarta-feira (11), chegou em sua casa de madrugada, por volta das 01h30min e foi comer alguma coisa. Segundo ele fez barulho na cozinha ao mexer nas panelas e isso deixou o seu pai bravo e começaram a discutir. No dia seguinte (12), a discussão em razão destes mesmos fatos continuou, e sua mãe também entrou na discussão.

Justificativa

O acusado disse ainda ao delegado que tem “problemas de cabeça” e toma muitos remédios controlados e de vez em quando tem crises e não se controla, assim como não sabe falar tudo o que fez durante a crise. Na noite de 12/01/2023, teve uma dessas crises e só lembra de ter quebrado um vidro de pimenta. Relatou ainda que não se recorda de ter ameaçado os pais ou feito qualquer coisa de ruim para os idosos. Por fim relatou que “naquele momento no distrito policial, estava mais calmo e que não faria mal algum a eles.”

Preso

O delegado responsável ao tomar conhecimento dos fatos e de registro anteriores, ratificou a prisão do acusado por violência doméstica e ameaça, permanecendo o acusado a disposição da justiça. Ele deverá passar nesta sexta-feira (13) por audiência de custódia.

Medida protetiva

A mãe do acusado solicitou medida protetiva de urgência contra o filho, já que sente medo quando o filho faz uso de drogas e bebidas alcoólicas.

Compartilhem, deixe seu Like

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by