Plantão de Notícias

Filho é preso por descumprimento de medida protetiva e invadir residência da mãe, em Buritama

Da redação Diego Alves

Um homem de 39 anos foi preso na manhã deste domingo (11), em Buritama (SP), após descumprimento de medida protetiva solicitada pela sua própria mãe. Segundo a vítima, o filho é usuário de maconha e crack, e a algum tempo vem lhe ameaçando quando pede dinheiro para sustentar o vício. Mesmo com a medida, o acusado invadiu a casa da vítima para furtar mantimentos e trocar por entorpecentes.

Segundo informaram os militares, nesta manhã de domingo (11), receberam um chamado, via copom, sobre um descumprimento de medida protetiva. Pelo local, mais precisamente pela rua Airton Senna, em contato com a vítima, ela relatou que havia solicitado medidas protetivas de urgência em desfavor de seu filho C.P.E.C, de 39 anos, na sexta-feira (09), as quais foram deferidas no sábado (10), e que tanto ela como o filho foram cientificados do deferimento pelo oficial de justiça no final da tarde de sábado.

Segundo apurado pela nossa reportagem, o acusado, não respeitou o limite mínimo de 100 metros e foi até a casa da vítima enquanto ela esteva fora, durante o seu trabalho noturno, pulou o muro, arrombou uma porta de uma despensa no imóvel para pegar mantimentos para possivelmente trocar por drogas. Quando a vítima retornou de seu trabalho, às 06h30min, o filho estava deitado na varanda, razão pela qual, ela acionou a polícia.

Descumprimento

Questionado pelos militares, o acusado admitiu aos policiais que estava ciente da medida protetiva e mesmo assim não a cumpriu. Ele esboçou certa resistência ao saber que seria conduzido para a delegacia e foi necessário o uso de algemas. O indivíduo apresentava algumas vermelhidões que ele próprio sofreu quando quebrou a porta da despensa da casa da mãe. Diante dos fatos, foi dada a voz de prisão em flagrante delito e ele conduzido até o plantão policial de Birigui (SP).

Usuário

A vítima, que é mãe do acusado, disse que seu filho é usuário de drogas e atualmente está viciado em maconha e crack. Disse ainda, já ter registrado outras ocorrências, porém, não deu andamento por ter pena do filho. Porém s mãe relatou, que nos últimos tempos ele está se mostrando mais agressivo e violento, e fala constantemente em matá-la, caso não der dinheiro para ele usar a droga, dá socos nos móveis e paredes da casa e deixa a vítima com muito medo de que ele faça um mal maior.

Medida protetiva

Na sexta-feira (09), a vítima foi até a delegacia e registrou a ocorrência, solicitando medidas protetivas. Ainda segundo a mãe, estava até com medo de voltar em sua casa e pediu que os policiais civis a acompanhassem. Eles foram e ainda conversaram com o filho da vítima, deram conselhos, mas ele nem queria prestar atenção, segundo ela. Depois que os policiais foram embora, a vítima foi trabalhar em uma pizzaria, onde permaneceu até as 23h00 e quando voltou para casa, o filho começou a brigar, exigindo dinheiro.

No sábado (10), a vítima já estava em seu trabalho quando por volta das 19h30m, a oficial de justiça ligou e disse que a medida protetiva havia sido deferida e que ela já havia conversado com com seu filho. A oficial de justiça deu uma cópia da decisão do processo e a vitima voltou para o seu trabalho. Por volta das 23h00, a mãe saiu do trabalho e foi passar a noite na casa de sua filha. Quando acordou, às 6h30min, foi até sua casa e se deparou com o filho dormindo na varanda. Segundo ela, o filho havia quebrado o vidro da porta da despensa e subtraído alimentos e outros objetos para trocar por drogas. Quando a vitima abriu a porta da casa, ele adentrou e começou a exigir que a declarante lhe desse R$ 300,00 (trezentos reais), dinheiro que alegou que usaria para pagar uma pousada para passar a noite, porém, a mãe tinha certeza que ele queria para usar mais drogas. Ante os fatos, se viu obrigada a chamar a polícia.

Medo

A vítima disse temer que seu filho venha a sair da cadeia ainda mais enfurecido e vir fazer algum mal contra ela, tendo em vista que ele já falou que quando sair de lá, irá matar a mãe, sua filha e seus dois netos.

Confessou

O acusado, por sua vez, disse que estava ciente sobre a medida protetiva, vez que uma oficial de justiça foi em um carro branco até a sua casa na noite de sábado (10), e lhe avisou sobre a decisão do juiz. O acusado afirma que mesmo sabendo que não poderia se aproximar da casa de sua mãe, foi até lá por não ter outro lugar para passar a noite e afirma que seria apenas aquela noite e que conseguiria um outro lugar para ficar ainda neste domingo (11), durante o dia. Ele confessou que quebrou o vidro da despensa da casa de sua mãe, mas nega que tenha subtraído alimentos para trocar por drogas. Negou também ter proferido ameaças de morte contra a mãe.

Preso

Diante dos fatos, o delegado responsável DR° Eduardo Lima de Paula, elaborou boletim de ocorrência por ameaça e descumprimento de medida protetiva de urgência, permanecendo o acusado preso a disposição da justiça.

Compartilhem, deixe seu Like

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by