Plantão de Notícias

Homem de 43 anos é preso pela PM furtando loja agrícola, no Centro de Buritama.

Da redação Diego Alves

Um homem de 43 anos foi preso no início da manhã deste sábado (24), após ser flagrado furtando uma loja de equipamentos agrícola, em Buritama (SP). O flagrante aconteceu pela Rua Joaquim Pereira Rosa, no centro de Buritama (SP), os militares abordou o acusado empurrando um carriola com peças agrícola.

Segundo informações apuradas pela nossa reportagem, os policiais militares Cabo Azevedo e Soldado Marchi, realizavam patrulhamento preventivo pela cidade de Buritama (SP), quando foram acionados, no inícioda manhã deste sábado (24), para compareceram a um local em que dois homens estariam na posse de objetos provenientes de furto.

Chegando ao local, situado na Rua Joaquim Pereira Rosa, Centro, por volta das 04:00, os militares desembarcam, e visualizaram um indivíduo caminhando em direção à viatura e empurrando uma carriola com peças de trator e fiações. Na abordagem do indivíduo, identificado pelas iniciais V.R, de 43 anos, indagado sobre os objetos, o acusado disse aos militares que os subtraiu para trocar por pedras de “Crack”.

Vítima

Os policiais realizaram contato com vítima, por telefone, informando sobre o furto de seus bens, e imediatamente compareceu a sua propriedade. Ao chegar, a vítima foi indagada sobre os bens, tendo reconhecido os mesmos como os que estavam no interior de sua propriedade, um pátio em que vende maquinários e implementos agrícolas. A vítima abriu o estabelecimento comercial e constatou a subtração dos objetos que foram recuperados durante a abordagem efetuada pelos policiais e que estavam na carriola que o acusado empurrava.

Silêncio

A vítima confirmou, ainda, que o seu estabelecimento estava trancado com portão, muro e alambrados de grade. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao acusado, sendo conduzindo até o plantão policial de Birigui. O acusado foi cientificado dos seus direitos constitucionais, e optou por permanecer em silêncio.

Preso

O delegado responsável Dr° Rodrigo José Góes Ribeiro, ao tomar conhecimento dos fatos, ratificou a voz de prisão dada anteriormente pelos militares permanecendo o acusado preso a disposição da justiça, aonde irá passar posteriormente por audiência de custódia.

Compartilhem, deixe seu 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by