Plantão de Notícias

PM prende acusado de duplo homicídio em Castilho

Foto: Divulgação

Da redação Diego Alves

Um homem foi preso na noite deste domingo (24), acusado de duplo homicídio, no município de Castilho (SP). Após cometer os crimes ele foi pra casa, onde foi preso pelos policiais militares.

Conforme a Polícia Militar, os policiais foram acionados para atendimento de ocorrência no bairro rural Urubupungá, às margens do rio Paraná, na divisa dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Ao chegarem ao local, avistaram um homem caído na via pública, com ferimentos graves provocados por instrumento cortante, no abdome e pescoço, com as vísceras expostas, sendo então providenciado seu imediato socorro pela unidade de Resgate ao hospital de Castilho, onde ele não resistiu e morreu.

Logo depois, os militares souberam de uma segunda vítima, no mesmo bairro, também do sexo masculino, no interior de uma residência, também apresentando vários ferimentos provocados por instrumento cortante, já sem vida.

O Delegado de Polícia Civil de Castilho foi acionado e, juntamente com sua equipe e perícia técnica do Instituto de Criminalística de Andradina, compareceu ao local dos fatos, que foi preservado pelos policiais.

Durante diligências pelo bairro onde aconteceu os fatos, algumas testemunhas apontaram o autor dos dois crimes, suas características físicas e vestimentas, bem como seu provável endereço, local conhecido como “Fazendinha” (ocupação de assentados), próximo ao “Caribe”, e que havia fugido em uma bicicleta.

No endereço, os militares localizaram o autor, em sua residência, deitado em sua cama, demonstrando extremo nervosismo, trajando as mesmas roupas citadas, bem com a bicicleta utilizada na fuga.

A testemunha inicial o reconheceu, tendo seu depoimento gravado em vídeo pelo Delegado de Polícia Civil, que estava pelo local.

O autor foi encaminhado ao plantão policial de Andradina, onde foi autuado em flagrante pelo crime de duplo homicídio, qualificado por meio cruel, e recolhido ao cárcere, à disposição da justiça. A faca utilizada para praticar os crimes não foi encontrada.

Compartilhem, deixe seu Like

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by