Plantão de Notícias

Polícia Militar prende e devolve 118 detentos por violar “saidinha”

Acordo com Justiça permite que policiais identifiquem em tempo real desrespeito a termos do benefício

Da redação Diego Alves

A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo diz ter prendido 118 detentos que violaram os termos da saída temporária, conhecida como “saidinha”, entre 12 e 16 de setembro.

As prisões ocorreram após um acordo inédito firmado entre a secretaria e a Justiça. A parceria permite que os policiais tenham acesso, em tablets instalados nas viaturas, aos processos dos réus beneficiados pela saída temporária.

Os policiais conseguem, ao abordar suspeitos, verificar em tempo real se as regras impostas pela Justiça estão sendo desrespeitadas. Um exemplo são os condenados que estão fora de casa em horário não permitido.

“O número, por si só, já mostra a eficiência do projeto inédito. Vamos combater diretamente a reincidência criminal, retirando das ruas condenados que, porventura, possam cometer novamente algum tipo de crime”, diz o secretário da Segurança, Guilherme Derrite.

Segundo ele, a população terá mais segurança com a medida, já que se sente extremamente vulnerável durante todas as saídas temporárias.

Antes, a comunicação entre a PM e a Justiça sobre a captura de infratores desrespeitando medidas cautelares não era feita de forma direta, o que a tornava menos eficiente e mais lenta.

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by