Plantão de Notícias

População debate saúde pública em evento do Legislativo, em Birigui .

Foto: Viviane Frazoe

Da redação Diego Alves

A população de Birigui foi recebida no plenário da Câmara, na noite da última terça-feira, 5, para falar sobre o atendimento da saúde pública municipal. Por meio da comissão permanente da Casa responsável pelos assuntos de Saúde e Saneamento, uma audiência pública foi realizada por mais de quatro horas, com a presença de autoridades e lideranças ligadas à saúde.

A comissão responsável pela iniciativa é composta pelos parlamentares Drª Osterlaine (DEM), Wagner Mastelaro (PT) e Everaldo Santelli (PV). Para fazer parte da mesa principal, a comissão convidou a secretária municipal da Saúde, Cássia Rita Santana Celestino, o vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde, Paulo Livramento, o diretor geral da Santa Casa, Marco Aurélio Arantes, e o presidente da BHCL (Beneficência Hospitalar Cesário Lange), Roberto Gonella Júnior.

Os demais vereadores e dezenas de munícipes também puderam participar, por meio de perguntas e depoimentos.

Ao final do evento, a vereadora presidente da Comissão de Saúde destacou, entre os principais problemas a serem trabalhados pela gestão municipal, a desinformação e desumanização no atendimento ao público, falta de plano de carreira aos servidores, contato ineficiente com a ouvidoria e a falta de equipes da Estratégia Saúde da Família.

“Temos hoje um serviço de Atenção Básica não resolutivo, cerca de 55 mil pessoas desassistidas e uma Estratégia Saúde da Família que não está efetivamente implantada”, considerou.

Wagner Mastelaro avaliou a audiência como produtiva, mas também teceu considerações a respeito da utilização de recursos. “Dentro do princípio da equidade do Sistema Único de Saúde, estamos distantes de utilizar os recursos públicos para o que pode solucionar os problemas no atendimento de saúde em nossa cidade”, comentou, “Vemos muito investimento em média e alta complexidade e muito pouco dinheiro com a Atenção Básica. Se tivéssemos um projeto para inverter essa prioridade, seria muito melhor”, completou o vereador.

Também integrante da comissão, o parlamentar Everaldo Santelli considerou bastante oportuna a reunião. “Colhemos informações preciosas, por meio de relatos de atendimentos, percebemos as realidades da nossa saúde. Foi um momento ímpar em que a comissão, preocupada com tudo o que vem acontecendo, conseguiu favorecer a população. Todos que compareceram tiveram voz e vez”, destacou Santelli.

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by