Plantão de Notícias

Rocam captura suspeita de participação em homicídio onde vítima foi carbonizada em Araçatuba

Foto: arquivo/Birigui Notícias da Hora

Da redação Diego Alves

Uma mulher identificada pelas iniciais J.B.S, procurada pela justiça por suspeita de participação em um homicídio onde a vítima teria sido morta e queimada dentro de pneus próximo a Chácaras TV em Araçatuba (SP), foi capturada neste sábado (05), por equipes de Rocam, ela estava escondida em uma casa abandonada e confessou que sabia da existência do mandado de prisão.

Segundo foi apurado pela nossa reportagem, policiais militares realizavam patrulhamento de ROCAM (Ronda ostensiva com apoio de motocicleta), pelo bairro Jardim TV, sendo que era de conhecimento das equipes que havia um mandado de prisão temporária expedido pela justiça em desfavor de uma mulher identificada pelas iniciais J.B.S, onde ela seria suspeita de participação em um homicídio onde uma mulher havia sido queimada entre pneus, próximo a chacaras TV em Araçatuba, sendo ela, a última investigada que faltava ser capturada para a sequência das investigações.

Durante o patrulhamento, os militares receberam informações de uma denúncia anônima, que ela estaria em uma casa abandonada escondida na Rua Judith Marchareti, no bairro Chácaras TV. Rapidamente os militares se deslocaram até o local indicado, onde localizaram a procurada J.B.S na residência. Indagada pela equipe se ela tinha conhecimento do mandado, ela confirmou que sim.

Diante dos fatos com o apoio da viatura da Força Tática, ela foi conduzida até a central de flagrantes, onde por lá permaneceu à disposição da justiça.

RELEMBRE O CASO

A Polícia Civil de Araçatuba, esclareceu mais um crime de homicídio na cidade de Araçatuba. Franciele Amanda de Oliveira, de 37 anos, estava desaparecida desde o dia 20 de junho. O acusado de cometer o crime foi preso na terça-feira (25/07). O corpo da vítima havia sido encontrado no dia 07 de julho, no bairro Chácaras TV, mas estava carbonizado, o que dificultou a identificação.

Até o momento se sabe que a mulher foi morta à facadas e o corpo foi levado até o local em uma carriola. Um homem acusado do crime, foi conduzido até CPJ (Central de Polícia Judiciária), onde prestou esclarecimentos ao delegado da Delegacia de Homicídios. Segundo as investigações, a mulher capturada neste domingo dia 05/08, teria participado do crime, tendo sua prisão preventiva decretada.

DESAPARECIMENTO

A família de Franciele, preocupada com o sumiço da mulher, fazia campanhas nas redes sociais para que ela fosse localizada, já que havia desaparecido desde o dia 20 de junho. O nosso site, colaborou na divulgação.

Segundo a família, Franciele desapareceu na manhã de uma terça-feira. Ela estava na casa da mãe no bairro Atlântico 2 quando saiu para ir até a casa de um ex-namorado, no bairro Águas Claras, com quem deveria resolver umas pendências bancárias. Porém, conforme apuração policial, ela não teria chegado a falar com o rapaz naquele dia.

DROGAS

Ainda de acordo com a família, Franciele vinha enfrentando problemas com a dependência química. Ela chegou a passar por clínica de recuperação, mas deixou o tratamento. Sendo posteriormente identificada pelos restos mortais encontrado no local do crime.

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by