Plantão de Notícias

Santa Casa de Araçatuba recebe lençóis e travesseiros feitos com retalhos de cursos de confecções do Senai

Foto Divulgação

Da redação Diego Alves

Retalhos de tecidos utilizados nas oficinas dos cursos de confecções realizados pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) de Araçatuba que iam parar no lixo estão sendo transformados em lençóis e travesseiros para berços de unidades de internações pediátricas da Santa Casa de Araçatuba.

Nesta semana, foi entregue um novo lote totalizando 103 lençóis doados para serem utilizados nas UTIs Neonatal e Neonatal e Pediátrica, Pediatria e Pronto-Socorro.

O aproveitamento é o resultado da preocupação da instrutora de confecção Aparecida de Castro e Silva Chierici em relação às sobras de tecidos utilizados pelos alunos dos cursos que ela ministra. Apaixonada por tecidos considerava um desperdício jogar os retalhos fora. “ Por um outro lado, ficava preocupada com o impacto que o descarte de retalhos produzia no meio ambiente”.


A preocupação da monitora é procedente. De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), o Brasil descarta por ano 4 milhões de resíduos têxteis. O volume corresponde a 5% de todos os resíduos produzidos país.


Útil ao agradável


Os retalhos das aulas de costura sob medida, modelagem e outros da área de confecção realizadas no Senai de Araçatuba deixaram de ir para o lixo quando Aparecida Chierici teve a ideia de produzir travesseiros com formatos de figuras infantis e que ganharam o nome de “ naninhas”. Um primeiro lote foi doado ao hospital que de imediato reconheceu que o aproveitamento poderia também ser também a solução para os berços utilizados na internação de bebês nas unidade neonatais e pediátricas.

“Conseguimos incluir a produção dos lençóis nos cursos. Com os retalhos, os alunos aprendem os primeiros processos da costura, que são conhecer o direito e o avesso do tecido e terem o primeiro contato com as maquinas utilizadas em confecções: overloque, galoneira e zig-zag . Unimos o útil ao agradável”, explica a instrutora.
Para ela, “saber que aquilo que ia para o lixo agora está sendo útil para alguém e para o hospital que sabemos das dificuldades que enfrenta e ao mesmo tempo, poupando o meio ambiente, é muito gratificante”.

Ao informar que mais peças serão produzidas e colocar os cursos do Senai de Araçatuba à disposição para capacitação de colaboradores para a Oficina de Costura que a Santa Casa mantém para confecções e manutenção do enxoval utilizado nos leitos, Tarso Tristão da Silva, diretor das unidades de Araçatuba e Birigui definiu a produção dos travesseiros e lençóis infantis como cumprimento duplo de missões do Senai, que são “promover a educação profissional e ajudar ao próximo”.
Para o administrador da Santa Casa de Araçatuba, Luiz Otávio Barbosa Vianna , que recebeu a doação juntamente com o coordenador da Comissão de Captação do hospital, Gustavo Alves, os lençóis e travesseiros fortalecem o enxoval das unidades pediátricas.

“ Ao mesmo tempo o colorido das peças ajuda a quebrar o ambiente hospitalar e na pediatria isso é muito bem vindo. A preocupação ambiental da instrutora do Senai coincide com as ações que o hospital está realizando para separação dos materiais recicláveis do lixo comum . Essa doação fortalece a ideia de que o aproveitamento é possível”, afirmou Vianna.

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by