Plantão de Notícias

Senhora de 63 anos é presa por embriaguez ao volante após bater em carro parado, em Birigui

Foto Diego Alves

Da redação Diego Alves

Uma senhora de 63 anos, moradora de Birigui  (SP), foi presa neste domingo (14), por embriaguez ao volante, após bater o veículo que ela conduzia um VW/Gol contra um TOYOTA/Corolla que estava estacionado pela rua Egídio Navarro, na Vila Bandeirantes, em Birigui (SP).

Segundo o que foi apurado pela nossa reportagem, por volta das 18h06min, uma equipe de Polícia Militar foi acionada via copom, para um atendimento de ocorrência de acidente de trânsito, aonde um veículo, Gol, cor prata, conduzido por R.S.S, de 63 anos, havia colidido contra um veículo estacionado, sendo um Corolla, cor preta.

Etilômetro

Segundo retalou a condutora do veículo Gol, ela trafegava pela Rua Hegídio Navarro, no Bairro Vila Bandeirante, sentido centro, quando ao desviar de um veículo que trafega em seu sentido oposto, ela veio a colidir com o veículo estacionado. Durante a breve entrevista com a condutora, a equipe notou que ela aparentava estar sob influência de alcóol, sendo que a ela, foi oferecido o teste de etilômetro, sendo feito de forma voluntária, que obteve o seguinte resultado 0,84 mg/L.

Limite

Por fim, vale lembrar que o limite de tolerância na Lei Seca continua zero. No entanto, existe um limite mínimo, para fins legais, que é de até 0,33 mg de álcool por litro de ar expedido nos pulmões. Até esse limite, o motorista está “apenas” cometendo uma infração de trânsito; a partir disso, já é considerado crime.

Entretanto, o aparelho usado para averiguar se havia ingerido álcool, não comunicava com a impressora para realizar a impressão do teste. Dessa forma, para não prejudicar a materialidade do teste, a senhora foi conduzida até a delegacia para uma nova realização do teste .

Polícia Militar Rodoviária

Ao chegar no plantão policial, foi chamada a Polícia Militar Rodoviária, em apoio, a qual compareceu com o aparelho próprio de teste. Também de forma voluntária, a condutora realizou um novo teste. Assim, apontando o seguinte resultado do Teste realizados às 20h30min, sendo em 0,77 mg/L. A perícia do Instituto de Criminalística foi acionada, e esteve no local, que foi preservado por outra equipe policial.

Presa

O delegado responsável, após oitivas e tomar conhecimento dos fatos, e diante da condutora estar com capacidade psicomotora alterada em razão de influência de álcool, ratificou a prisão da senhora por embriaguez ao volante. O carro foi dela foi apreendido administrativamente pela PM.

Fiança

Contudo, o delegado arbitrou fiança no valor de R$ 1.212,00 (mil e duzentos e doze reais), valor este que não foi apresentada pela condutora ou familiares, permanecendo assim à disposição da justiça.

Fotos

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by