Plantão de Notícias

EMPRESÁRIO É CONDUZIDO A DELEGACIA POR EMBRIAGUEZ AO VOLANTE EM BIRIGUI-SP.

Um empresário de 54 anos foi detido na manhã desta quarta-feira (30), em Birigui, por embriaguez ao volante, após seu veículo, uma caminhonete Amarok que o mesmo conduzia, colidir em um carro parado e, em uma motocicleta. Ele confessou aos PMs que havia ingerido uma “misturada”.

Segundo consta no boletim de ocorrência os policiais militares Soldado Marcos e a Soldado Vanessa foram acionados via copom a comparecer em local de acidente de trânsito
sem vítimas no cruzamento das ruas João Galo e Bento da Cruz. Segundo consta, um empresário conduzia o veículo VW Amarok de cor branca, pela via João Galo e teria colidido inicialmente contra o veículo Fiat Palio, que estava estacionado, ele teria então tentado dar ré na caminhonete e acertou novamente o veículo Fiat Pálio.

Na sequência, ele deu uma volta no quarteirão e acertou uma motocicleta Honda CG 150 Titan ES que estava parada no semáforo e era conduzida por uma mulher, qual não se lesionou em razão do ocorrido.

Os policiais solicitaram os documentos dos veículos envolvidos, não foi constatada nenhuma irregularidade administrativa, porém, o empresário apresentava sinais de embriaguez tais como andar cambaleante, fala pastosa e olhos avermelhados. Questionado, pela equipe admitiu ter ingerido bebida alcoólica em sua casa antes de conduzir o veículo automotor, não tendo especificado qual o tipo de bebida.

Embriaguez ao volante

Questionado se aceitava se submeter ao teste do etilômetro, ele aceitou, sendo solicitado o apoio dos policiais militares rodoviários. Conforme foi realizado, testou positivo na quantia de 0,75 mg/L de álcool por litro de ar alveolar. Diante dos fatos, foi dada a voz de prisão em flagrante delito ao empresário e apresentado na unidade policial.

Vítima

Segundo informou o senhor proprietário do Paulo, teria estacionado seu carro para fazer compras no Mercado Bandeirantes aonde deixou regularmente estacionado pelo local dos fatos. Ouviu o barulho do acidente e quando foi ver, a caminhonete tinha atingido o seu carro, empurrando o veículo alguns metros para frente, em seguida ele teria tentado manobrar a caminhonete e acabou atingindo pela segunda vez o Palio. Populares logo notaram que ele estava embriagado, tiraram a chave da caminhonete dele e acionaram a polícia.

Promoção Beira Rio, Tênis Olympikus a patir de R$89,90

Arrependido

A segunda vítima, uma mulher que teve sua moto também atingida, não compareceu ao plantão policial e será ouvida posteriormente. O empresário afirmou ter consumido uma dose de pinga com vermute cortezano, a qual chama de “misturada” e que não se sentia embriagado, vez que tem o hábito de beber esta quantidade regularmente, porém alegou estar arrependido.

O delegado de plantão, ciente dos fatos e após entrevistar as vítimas, ratificou a voz de prisão anteriormente dada e classificou a conduta do conduzido como infração de embriaguez ao
volante, tendo em vista que o empresário foi surpreendido logo após conduzir veículo automotor com sua capacidade psicomotora alterada em razão do consumo de álcool.

Fiança

Foi estipulado fiança no valor de R$ 1.250,00 (um mil, duzentos e cinquenta reais), valor que foi pago pela esposa do empresário, que vai responder em liberdade. O veículo conduzido pelo empresário foi apreendido administrativamente pela Polícia Militar.

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by