Plantão de Notícias

Homem de 47 anos é preso após invadir residência no Silvares, em Birigui

Foto Arquivo/ Birigui Notícias da Hora

Da redação Diego Alves

Um homem de 47 anos, identificado pelas iniciais J.A.B.S, morador de Birigui (SP), foi preso pela PM acusado de invadir uma casa no bairro Silvares, na manhã deste Domingo (14), a vítima seria um ex patrão do acusado, depois de detido o acusado ainda ameaçou a vítima.

Segundo o que foi apurado pela reportagem, era por volta das 07h45min, a equipe da Polícia Militar, Soldado Jaqueline e Soldado Reinaldo foram acionados via copom, para comparecer pela rua Doutor Carlos Carvalho Rosa, no bairro Silvares, para atender ocorrência de furto a residência em andamento.

Segundo as informações, um vizinho, acinou a PM, relatando que algo estranho estava ocorrendo, pois tinha conhecimento de que a vítima não estava em casa, e como houve vários barulhos vindo de dentro da residência vizinha, ligou ao 190. No local, pela Rua Dr. Carlos Carvalho Rosa, no bairro Silvares, em Birigui (SP), os militares se depararam com o vidro da janela e o cadeado que a protegia, quebrados. Diante da suspeita, vistoriando o imóvel, a equipe notou que a única saída seria por onde o indivíduo entrou, ou seja, a conclusão era de que o indivíduo ainda estaria dentro do imóvel.

Diante disso, foi acionado apoio e, como consequência, chegou outra viatura. Também foi comunicado à vítima sobre o corrido, que, imediatamente, chegou ao local, no mesmo instante da segunda viatura. A vítima abriu a porta de entrada e quando a PM entrou nos cômodos da casa, o individuo, identificado posteriormente por J.A.B.S, se entregou, sem resistência, confessando a pratica de furto aos PMs. Segundo os militares, o acusado estava bem alterado. Foi visto no imóvel que o acusado tinha separado para subtração varios itens. O objeto utilizado pelo acusado para adentrar no imóvel, foi uma tesoura, a qual foi exibida e apreendido.

Ameaça

O acusado recebeu voz de prisão, e foi conduzido até o plantão policial. Indagado sobre o fato que ele já se encontrada lesionado e enfaixado, segundo ele disse, que era uma doença de pele. Segundo os militares o acusado ainda fez ameaça contra a vítima após ser detido, aonde o ele disse, na frente do PM Reinaldo, que sabia que não iria ficar preso, e era para vítima se preparar, que “as coisas não ficariam assim”, que “iria cobrá-la”, e ficou repetindo algumas vezes para a vítima.

Vítima

A vítima, disse que não conhece o acusado e trata-se de mentira, quando ele afirma que a vítima trabalhou com ele e deve uma quantia em razão desse trabalho. O acusado, no interrogatório, respondeu, “que trabalhou durante um mês e meio para a vítima, na residência da vítima, como ajudante de marceneiro. E segundo ele foi na residência da vítima para cobrá-lo R$ 400,00 (quatrocentos reais), segundo o acusado, a vítima não tinha pagado pelo trabalho.

Furto

O acusado disse que entrou no imóvel pulando pelo muro, e a janela e o cadeado já estava quebrado, e disse que entrou no imóvel só para ver se a vítima estava no imóvel. Segundo ele, estava com uma tesoura, pois tinha achado na rua, momentos antes de chegar no imóvel, e negou ter furtado. Negou também que separou objetos para subtração. Disse que a sua intenção era entrar no imóvel para cobrar pelos serviços prestados e não pagos.

Usuário

O acusado disse ao delegado “ser usuário de crack, e negou também ter ameaçado, disse à vítima que queria acertar as contas no sentido de receber o dinheiro que lhe era devido”

Preso

O delegado responsável Dr° Ícaro Oliveira Borges ratificou a prisão do acusado por furto e ameaça, permanecendo o acusado a disposição da justiça. Ainda representou pela conversão de flagrante em preventiva.

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by