Plantão de Notícias

Homem de 58 anos é preso após agredir e ameaçar a mãe de 82 anos em Birigui

Foto ilustrativa

Da redação Diego Alves

Um homem de 58 anos, foi preso no final da tarde deste domingo (20), acusado de agredir e ameaçar a própria mãe, uma idosa de 82 anos. Policiais militares foram acionados e flagraram o acusado discutindo com a vítima, que apresentava lesões e precisou ser encaminha para o Pronto Socorro Municipal de Birigu, para passar por atendimento médico.

Segundo informações da polícia militar, durante patrulhamento no final da tarde deste domingo (20), foram acionados via copom para comparecerem na rua Noroeste, no bairro Jardim Sumaré, para atender uma ocorrência de violência doméstica. No local, segundo os militares, era possível ouvir da calçada uma discussão entre um homem e uma idosa.

Neste momento, a equipe chamou as partes para conversar separadamente. A vítima, uma idosa de 82 anos informou que seu filho identificado posteriormente por A.S.S de 58 anos, estava bravo com ela e que tinha lhe empurrado e arrastado pela casa, porque ela tinha escondido o dinheiro dele para que ele não saísse e consumisse drogas e álcool. Os militares notaram que a idosa apresentava lesões nos dedos das mãos e nos dedos dos pés. Sendo acionado o socorro, a idosa foi encaminhada ao pronto socorro municipal para passar por atendimento médico.

Apoio comercial: Obra realizada pela Aluferro

Diante dos fatos, o cusado de 58 anos, filho da vítima, recebeu voz de prisão, ainda segundo a equipe, o mesmo parentava estar sob efeito de álcool ou drogas e negou as agressões, dizendo que não havia causado lesões na idosa. Devido ao seu estado de euforia, foi necessário o uso de algemas por receio de fuga e para garantir sua integridade dele e da equipe.

Lesões e Fraturas

Já no plantão policial central de Birigui, foi informado pelos policiais que acompanharam a idosa até o Pronto Socorro, que ela precisou realizar sutura nos dedos dos pés e que precisaria ser submetida ao exame de raio X, diante da suspeita de alguma fratura na região da cabeça, onde permaneceu em observação sob os cuidados médicos da unidade de saúde.

Diante dos fatos, a autoridade policial judiciária Dr Eduardo de Paula, não restou dúvidas da gravidade dos fatos e necessidade de se decretar a prisão em flagrante delito do acusado pelos crimes de lesão corporal em situação de violência doméstica.

Fiança

Por fim, foi arbitrado uma fiança no valor de R$ 1.350,00 (um mil, trezentos e cinquenta reais), porém, não foi exibido pelo acusado ou seus familiares, razão pela qual, ele permaneceu preso, sendo posteriormente encaminhado a cadeia pública de Penápolis (SP), onde permanecerá a disposição da justiça.

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by