Plantão de Notícias

Homem é preso pela GCM destruindo casa de maquinas do Ginásio de esportes; ainda disse estar possuído.

Foto Diego Alves

Da redação Diego Alves

Um homem de 35 anos foi preso neste domingo (04), por uma equipe da Guarda Municipal de Birigui (SP), após ser flagrado destruindo a casa de máquinas das Piscinas do ginásio de esporte, no Bairro Fátima. Após ser detido o acusado disse estar possuído e que precisava mergulhar nas águas da piscina do Ginásio para se purificar, e se batizar.

R. Valério Anhê Ribalta, 240 – Portal da Pérola II, Birigui – SP

Segundo o que foi apurado pela nossa reportagem, uma equipe da Guarda Civil Municipal de Birigui, chefiada pelo Inspetor Alcântara e o GCM Nelson, foram acionados pelo vigia do Ginásio de Esportes de Birigui, informando que um indivíduo havia invadido o Ginásio e estaria danificando as instalações, da casa de máquinas.

Quando chegaram no local, o vigia estava na calçada e apontou o autor, que já estava na área externa, evadindo-se. Rapidamente a equipe realizaram a abordagem e identificaram o indivíduo como sendo D.G.M, de 35 anos. Em revista pessoal, nada de ilícito foi encontrado, não havendo resistência à abordagem.

R. Valério Anhê Ribalta, 240 – Portal da Pérola II, Birigui – SP

Batismo

Indagado sobre o que havia feito, o acusado disse que, entrou no ginásio de esportes, após ter pulado dois alambrados, pelo fato de que precisaria ser batizado nas águas das piscinas, e começou a dizer coisas desconexas, aparentando ter algum transtorno mental, dizendo sempre palavras relacionadas a espiritualidade.

Danos

A equipe, então, adentrou ao ginásio e constatou que indivíduo havia quebrado um cano d’água que abastece uma das piscinas, e teria arrombado um cadeado para ter acesso à casa das máquinas, e neste local, teria cortado fios elétricos do motor da bomba d’água, e feito diversas alterações no painel de energia.

R. Valério Anhê Ribalta, 240 – Portal da Pérola II, Birigui – SP

Ainda com o que foi apurado, ao ser indagado pela equipe se tinha a intenção de furtar alguma coisa, o acusado disse que não, passando novamente a dizer diversas frases desconexas. Diante dos fatos, o acusado foi conduzido até plantão policial. A perícia foi acionada para comparecer ao local dos fatos e constatar os danos.

Fiança

A autoridade policial Dr° Guilherme Melchior Valera arbitrou fiança no valor R$ 1.250,00 reais. No entanto, o valor não foi exibido pelo acusado, permanecendo preso a disposição da justiça.

Fotos

Compartilhem, deixe seu Like

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by