Plantão de Notícias

MORRE EM RIO PRETO O JORNALISTA JOCELITO PAGANELLI.

Da redação Diego Alves

Morreu no início da noite desta terça-feira, 29, em Rio Preto, o jornalista Jocelito Paganelli. Nascido em Catanduva, em 3 de abril de 1979, Jocelito tinha 42 anos. De acordo com informações preliminares, o jornalista sofreu um infarto em casa. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Formado pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Catanduva (Fafica) e pós-graduado em Marketing Político e Propaganda Eleitoral pela ECA/USP, Jocelito integrou o time de colunistas sociais do Diário com a coluna “Sintonia VIP”, espaço em que publicava bastidores da política local, além de informações da sociedade, economia, moda e eventos. Ele também atuou como repórter de Cidades e Política.

Apoio Comercial: Taurus lajes Birigui-sp

“O Jocelito sempre foi um grande profissional, dedicado e comprometido. No Diário, começou em Cidades e foi para Política, desempenhando seu papel com brilhantismo. Tempos depois, ele se propôs ao desafio de assumir a Coluna Social, e marcou sua passagem com um estilo diferenciado e único de colunismo. Rio Preto perde um grande profissional e o jornalismo fica mais pobre. Mais do que tudo isso, perdemos uma pessoa incrível, ética e amiga”, afirmou Fabrício Carareto, editor-executivo do Diário.

Em 2017, passou a integrar a equipe da TV Tem, onde exercia atualmente o cargo de chefe de redação. Jocelito participava quase que diariamente do Tem Notícias do meio-dia com informações sobre a política de Rio Preto e região.

Comoção

O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo, disse que está consternado com a morte precoce de Jocelito, a quem chamou de “jovem e competente jornalista”. “Perdemos um profissional talentoso, ético e sempre preocupado com a imparcialidade. Que Deus conforte os amigos e a família”, completou.

Apoio Comercial: Anderson Saeki Construtor

O promotor de Justiça de Rio Preto, Sérgio Clementino, disse que Jocelito era um grande profissional, leal, competente e muito inteligente. “Era um ser humano como poucos. Uma grande perda para o jornalismo, uma grande tristeza para todos que tiveram o prazer de conviver com ele. Que Deus conforte a familia e amigos”, afirmou.

O presidente da Câmara de Catanduva, Gleison Begalli (PDT), disse que a morte de Jocelito é uma perda irreparável. “Nos mostramos consternados pela passagem do Jocelito, filho da nossa querida Catanduva, uma pessoa que deixou um legado grandioso na comunicação da região. Ele alçou voos e todos nós nos sentíamos felizes”, disse o parlamentar, que também afirmou lembrar-se de Jocelito como atleta nos jogos regionais.

O deputado federal Geninho Zuliani (União Brasil) também lamentou a morte do jornalista. “É com profundo pesar que recebemos a notícia do falecimento do jornalista da TV Tem de Rio Preto, Jocelito Paganelli. Aos familiares e amigos, nossos sentimentos de solidariedade neste momento de dor”, escreveu.

Ainda não há informações sobre o velório e o sepultamento.

Apoio Comercial.

Por Diário da Região

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by