Plantão de Notícias

PF de Jales diz que piloto atirou na asa do avião para ocultar provas em pouso forçado.

Chefe da PF em Jales, delegado federal Alexandre Manoel Gonçalves (Divulgação)

A Polícia Federal de Jales divulgou, na manhã desta segunda-feira, 4, detalhes sobre a apreensão de 663 quilos de cocaína em uma aeronave de pequeno porte que fez pouso forçado entre as cidades de Pontalinda e Jales no domingo (03). Segundo a PF, os policiais localizaram cápsulas de munição de calibre 9 mm, que foram possivelmente deflagradas no local.

Segundo o chefe da PF em Jales, delegado federal Alexandre Manoel Gonçalves, afirma que “policiais desconfiam que o piloto, no intuito de ocultar as provas, ele mesmo atirou contra a asa da aeronave para incendiar”.

No avião, os policiais apreenderam a quantidade de cocaína. Até a manhã desta segunda, o piloto do avião e um comparsa ainda não tinham sido presos. Laudo preliminar de constatação deu positivo para cloridrato de cocaína, a forma mais pura e mais cara da droga. A PF segue com as investigações.

Na tarde de domingo, 3, a Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou a aeronave que entrou no espaço aéreo brasileiro pela fronteira do Mato Grosso do Sul carregada com 663 quilos de cocaína.

O transporte da aeronave apreendida com a droga na rodovia Eliezer Montenegro Magalhães até o aeroporto de Jales foi realizado com o apoio do Corpo de Bombeiros e Policia Militar de SP.

Fonte: Diario da Região

Compartilhem, deixe seu Like 👍

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by