Plantão de Notícias

Polícia Civil, PM, GCM e Prefeitura realiza Operação “Fios de Ouro”, em diversos Ferros-velhos em Birigui

Foto: Divulgação

Da redação Diego Alves

Na manhã desta quarta-feira (05), uma ação conjunta, juntamente com o Delegado de Polícia Dr° Eduardo de Paula, desencadearam a Operação “Fios de Ouro”. A operação conjunta realizada a fim de fiscalizar e coibir a venda de cobres furtados a ferros-velhos, contou com um forte efetivo da polícia militar, polícia ambiental, polícia civil, agentes de controles de zoonoses e epidemiológicas, agentes financeiros da prefeitura e fiscais de ICMS.

De acordo com uma Lei Ordinária nº 6.985, de 23 de abril de 2021, Fica proibida a comercialização de alumínio, fios, cabos elétricos de cobre, objetos de bronze e peças metálicas provenientes de cemitérios e assemelhados quando em formato de placas, sem origem comprovada, no município de Birigui. Os estabelecimentos são obrigados a emitirem notas fiscais e também deverão manter livros de registro de todas as operações comerciais.

A operação foi realizada em diversos ferros-velhos da cidade, todos simultaneamente, juntamente com o Delegado Dr° Eduardo de Paula e outros policiais civis, onde compareceram aos imóveis para dar cumprimento ao mandado de busca e apreensão expedido pela 1ª Vara Criminal de Birigui (SP), diante a denúncias que os locais seriam utilizados para armazenar produtos oriundos de crime.

As diligência foram acompanhadas por equipes da Guarda Municipal, equipe da Polícia Militar Ambiental e órgãos de fiscalização municipais, durante os trabalhos da chamada “Operação Fios de Ouro” coordenada pela secretaria municipal de segurança com o intuito de combate à irregularidades em ferros velhos oficiais e clandestinos e a receptação de fios de cobre e outros produtos ilícitos.

Fios de cobre sem procedência

Durante a vistoria realizada em um imóvel, alvo da operação, na presença do morador investigado, mais precisamente nos fundos, havia um barracão onde estavam diversos produtos recicláveis tais como latinhas de refrigerante e cerveja, panelas velhas etc e em meio a tais produtos foram localizados pedaços de fio de cobre queimados, aparentemente tirados de fiações residenciais ou públicas, os quais foram arrecadados no local e exibidos para apreensão durante o registro do boletim de ocorrência. O responsável foi ouvido em declarações sobre os fatos e liberado. Um inquerisera instaurado.

Foto: Divulgação

Apropriação indébita

Em outro ponto da operação, um veículo foi localizado dentro do estabelecimento, após consulta, retornou como apropriação indébita. Questionado pela equipe da Polícia Militar, informaram que haviam comprado o veículo como sucata, a cerca de 1 ano, sendo assim, o veículo foi removido ao pátio por uma empresa de guincho. Sendo registrado a ocorrência como recepção de veículo, após ser ouvido foi liberado.

Foto: Diego Alves/Birigui Notícias da Hora

Objetivo

O objetivo da operação denominada “Fios de Ouro”foi coibir receptação de materiais de origem ilícita por furto ou vandalismo. A operação também tem como objetivo checar denúncia e fiscalizar questões ligadas à saúde sanitária e do trabalhador.

Nos locais alvo da operação, foram solicitados alvará de funcionamento, nota fiscal das mercadorias, certificado de dedetização e desratização, além da retirada de materiais que bloqueiam o acesso às calçadas ou vias. Ainda segundo a prefeitura, a população pode realizar denúncias.

Compartilhem, deixe seu Like

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by