Plantão de Notícias

Seleção Brasileira faz 2º treino no Catar sob olhares de membro da família real

Foto: CBF

Da redação Diego Alves

A seleção brasileira fez nesta segunda-feira, 21, o segundo treinamento no Catar sob os olhares da família real do Catar. O sheik Tamim Fahad Al Thani, quarto filho do emir Hamad bin Khalifa Al Thani e presente do clube Al Arabi, dono do Grand Hamad Stadium, centro de treinamento onde o Brasil treina em Doha, esteve na atividade e deu uma camisa da equipe ao presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues.

Ednaldo devolveu a gentileza e presenteou Al Thani com uma camisa da seleção brasileira. O encontro aconteceu à beira do gramado, próximo dos jogadores, que naquele momento participavam do aquecimento.

O Catar é um emirado absolutista governado pela família Al Thani desde o século 19. Em 1971, o país de maioria islâmica conquistou a independência, mas continuou sendo administrado pela mesma família.

Tamim Fahad Al Thani esteve envolvido nos esforços para aumentar o protagonismo internacional do Catar por meio da organização de grandes eventos esportivos, e também participou da compra do Paris Saint-Germain.

Os jogadores subiram ao gramado meia hora antes do previsto para começar os trabalhos com um alongamento. Perto de um dos gols já estavam os três goleiros, Alisson, Ederson e Weverton, fazendo uma atividade leve com o preparador Taffarel.

Na sequência, Tite, ao lado de outros membros da comissão técnica e de analistas de desempenho, reuniu todo o grupo e passou orientações aos atletas com o auxílio de um monitor de vídeo cujo conteúdo a imprensa não teve acesso.

Todos os 26 jogadores do grupo assistiram às instruções atentamente durante cerca de cinco minutos. Depois, enfim, foram ao gramado para os trabalhos com bola. A imprensa teve acesso a 40 minutos da atividade, mas só pôde ver um bobinho em campo.

Tite já tem a escalação desenhada em sua cabeça, mas preferiu não revelá-la nem deu brechas para a imprensa assistir às movimentações. Ele vai comandar mais dois treinos antes da estreia contra a Sérvia, quinta-feira, 24, às 16h (de Brasília) e certamente será perguntado sobre o assunto em coletiva na quarta-feira, véspera do jogo.

O treino de terça, marcado para as 17h, será totalmente fechado. O de quarta, o último antes da primeira partida do Brasil no Mundial, será às 18h, depois da coletiva de Tite e do capitão da equipe, que deve ser o zagueiro Thiago Silva.

Também nesta segunda, mas pela manhã, parte do grupo – 12 jogadores, e Tite – visitou o Estádio Lusail, palco da estreia. A seleção brasileira integra o Grupo G, que também conta com Camarões e Suíça.

Fonte: SBT interior

Compartilhem, deixe seu Like

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by