Plantão de Notícias

Morador de Luiziânia é autuado em 2 mil, por manter aves nativas em cativeiro e adulteração de anilhas

Fotos: Divulgação

Da redação Diego Alves

Um homem, morador de Luiziânia (SP), foi autuado por uma equipe da Polícia Militar Ambiental nesta quarta-feira (31), em R$2.000,00 reais, acusado de Adulteração de anilhas de identificação, e por manter pássaros silvestres cativeiro.

Segundo o que foi apurado, durante a operação impacto, Policiais Militares Ambientais em atendimento de denúncia, localizaram em uma residência, no município de Luiziânia (SP), 04 aves silvestres nativas, sendo 01 sem anilha de identificação e 03 anilhadas.

Indagado pela equipe, o acusado, proprietário das aves, declarou ser inscrito como criador de passeriformes, porém aguardando liberação de seu cadastro. Durante fiscalização a patrulha constatou possível adulteração das anilhas, sendo confirmado a adulteração, em perícia técnico cientifica.

Diante do constatado, foi lavrado em desfavor do acusado o Auto de Infração Ambiental, no valor de R$2.000,00 (Dois mil reais), por incorrer no disposto do artigo 25, parágrafo 3° inciso III da resolução SIMA 05/2021.

As aves e gaiolas foram apreendidas e destinadas, porém as três aves com anilhas ficaram na posse do infrator como depositário e uma das aves sem anilhas será solta na semana do meio ambiente. A ocorrência será apresentada posteriormente via ofício ao Distrito Policial do Município.

Compartilhem, deixe seu Like

1
Olá !
Fale Conosco.
Powered by